Artigos do Prof. Marins e textos dos programas de TV

Agora é hora de encarar a verdade

agora-e-a-hora-de-encarar-a-verdade

O Carnaval acabou e a fantasia foi para o armário ou para o lixo. Pouco importa. Agora temos que encarar a realidade e fazer as coisas que queremos realmente acontecer. Não é hora de continuar vestindo a fantasia nem fingir que o Carnaval é eterno. Temos que tomar cuidado para não nos deixar invadir pela síndrome da depressão pós-festa que sempre ataca nessas horas. Essa síndrome é aquela que nos deixa paralisados, inertes, imaginando que a festa volte num sonho inconsequente.


Agora é tempo de pensar, refletir, encarar a verdade sem rodeios. A Quaresma serve exatamente para isso. Ela existe para nos dar um choque de realidade: quem realmente somos? O que realmente queremos? Quais nossas reais virtudes? Quais nossos defeitos? Somos o que dizemos que somos? O que precisamos fazer, concretamente, para sair da situação em que nos encontramos?


Fazer deste tempo pós-carnaval um tempo de arrumação da nossa casa mental é sabedoria que temos que aprender e fazer. E devemos fazer essa arrumação com serenidade, tranquilidade, sem atropelos e sem culpas. Temos que lembrar nossos erros para não cometê-los mais e não para nos amargarmos mais. Temos que tomar consciência de nossas reais virtudes para ampliá-las e não para nos gabar. É hora de pensar e agir! E agir com força, determinação e entusiasmo.


Faça deste tempo uma verdadeira preparação para o seu renascimento como pai, mãe, esposa, marido, filho, filha, amigo, amiga, patrão, empregado, profissional, enfim como pessoa, como ser humano, como alguém que precisa deixar um legado para que o mundo seja melhor, as pessoas mais felizes, a vida menos complicada. Acredite na possibilidade de ser feliz e fazer as pessoas felizes apesar de todas as circunstâncias difíceis. Acredite na sua capacidade de vencer obstáculos, de fazer acontecer, de mudar para melhor.
Mas para que tudo isso seja possível, é preciso QUERER. E querer é muito estranho, porque só eu posso querer por mim. Ninguém pode querer por alguém. E o primeiro motor de tudo na vida é o domínio da vontade, o QUERER. Quando a pessoa não quer, tudo cessa, tudo para. O nosso livre arbítrio é absoluto e nunca se esqueça de que querer não é poder, mas se você não quiser, jamais poderá!


Pense nisso. Sucesso!

Enviar para DiggEnviar para FacebookEnviar para Google PlusEnviar para TwitterEnviar para LinkedIn

Informações Adicionais