Artigos do Prof. Marins e textos dos programas de TV

Quando o ótimo é inimigo do bom

QUANDO O ÓTIMO É INIMIGO DO BOM

 

Luiz Marins

Muitas pessoas, na intenção de fazer tudo com extrema perfeição e com a consciência de que não têm condições de atingir esse ponto óti-mo, deixam de fazer o bom que poderiam fazer. Assim acabam não fazendo nada.

Esse antigo axioma “o ótimo é o maior inimigo do bom” vale a pena ser re-visitado para que façamos um exame de consciência para ver se nós também não temos sido vítimas dessa armadilha.

É claro que devemos sempre buscar o ótimo. É óbvio que jamais devemos nos acomodar na mediocridade dos mais ou menos. Mas é sempre bom avaliar se nossa busca pelo ótimo não está nos levando à inércia. Quando não temos condi-ções de atingir o ótimo será que não vale a pena tentar o bom?

Nosso tempo exige velocidade (e não pressa) e se temos condição de fazer o bom talvez seja melhor do que esperar muito tempo para tentar o ótimo.

Pense nisso. Sucesso!

Enviar para DiggEnviar para FacebookEnviar para Google PlusEnviar para TwitterEnviar para LinkedIn

Informações Adicionais