Artigos do Prof. Marins e textos dos programas de TV

Nada substitui o Face a Face

NADA SUBSTITUI O FACE A FACE

 

Luiz Marins

 

É preciso entender que, apesar de todos os avanços tecnológicos e aplicativos como WhatsApp, Messenger, etc., nada substitui o contato pessoal com a mesma eficiência e eficácia, principalmente em relações comerciais e processos de negociação.

Conheço muitos vendedores, representantes comerciais, negociadores e pessoas em geral que se iludem a si mesmos acreditando que mensagens via smartphones e mesmo e-mails sejam capazes de substituir a boa, velha e eficaz visita ao cliente, pessoal e intransferível.

Como antropólogo posso afirmar que o ser humano se comporta de forma muito diferente num relacionamento face a face, olho no olho em comparação a qualquer outro meio a distância, mesmo numa teleconferência, onde uma pessoa está vendo a outra. O contato face a face, pessoal, transmite sinais não visíveis de empatia pela postura corporal, modo de trajar e até pelos odores e toques sensoriais num aperto de mão, um abraço, etc. E isso faz toda a diferença no sucesso ou fracasso de qualquer relacionamento entre seres humanos.

Além disso, é fundamental para uma venda, negociação ou qualquer relacionamento eficaz a visita ao local da outra pessoa, ou seja, a empresa do cliente, sua loja, seu escritório, ou um amigo ou amiga em sua própria casa. Numa visita você poderá obter sinais simbólicos que falam mais do que o que a própria pessoa falará. O ambiente, a limpeza do lugar, o tipo de mobiliário, a forma como as pessoas se tratam, os olhares desde a recepcionista da empresa até a pessoa que servirá um café e a própria qualidade do café, das xícaras, etc., podem “falar” mais alto que qualquer outra informação verbal. Isso sem falar na observação das pessoas que lá estarão - quem frequenta o local? O que comentam na sala de espera? Tudo isso, se bem observado e trabalhado poderá oferecer todos os insumos para uma negociação exitosa em qualquer setor do relacionamento humano.

Assim, meu conselho é que você utilize os recursos da tecnologia - e-mail, WhatsApp, Messenger e outros - para confirmar, enviar informações antecipadas ou posteriores, mas, por favor, não deixe de visitar seus clientes e fornecedores no local em que trabalham. E, antes de um relacionamento mais sério com qualquer pessoa, visite onde ela mora. Você se surpreenderá!

Pense nisso. Sucesso!

Enviar para DiggEnviar para FacebookEnviar para Google PlusEnviar para TwitterEnviar para LinkedIn

Informações Adicionais