Artigos do Prof. Marins e textos dos programas de TV

Quem Tem Medo Da Mulher na Empresa?


Fui convidado a participar da XII CONFAM – Convenção da Federação das Associações de Mulheres de Negócios e Profissionais - filiada à BPW - Business Professional Women – organização mundial de empresárias e profissionais. A convenção, no Rio de Janeiro, contou com centenas de empresárias e profissionais de todo o Brasil e representantes da BPW da Europa, Estados Unidos e América Latina.

O que faz o sucesso da mulher na empresa?

A mulher trabalha sempre mais “concretamente” que o homem. A mulher, pela própria sociedade, não pode se dar ao luxo do abstrato. Se ela não acordar o filho, ele perde a aula. Se ela não fizer ou providenciar o almoço, não tem almoço naquele dia. Se ela não fizer a compra do supermercado, não terá a família o que comer, etc. A mulher não “recomenda” que se faça. Ela faz! O mundo dela é o mundo do “concreto”. Por isso quando o marido morre a mulher se liberta! Ela continuará fazendo a sua vida concreta como sempre fez. Quando a mulher morre, o marido ou se casa novamente ou morre em seguida, porque não é capaz de viver concretamente sozinho. Ele não sabe fazer quase nada concreto.

Assim, na empresa, a mulher executiva é mais “pé-no-chão” do que muitos homens. Ela sabe que se não cuidar dos detalhes o todo sairá imperfeito. Ela sabe que as coisas têm que ter começo, meio e fim para que possam dar certo. Muitas vezes os homens ficam irritados com o “pensar feminino” porque ele é justamente menos “abstrato” e mais concreto. Elas querem saber simplesmente como as coisas acontecerão, sem muita fantasia, própria do homem que às vezes custa perceber que as coisas são diretas e simples ou não acontecerão.

O perigo para a mulher na empresa é justamente o modelo masculino. Muitas pensam que para vencer na empresa precisam imitar o falido modelo masculino do abstracionismo. A mulher sabe que é “conversando” que se entende e não poupa tempo e energia para falar com cada um dos funcionários incansavelmente, até para desespero dos homens. A mulher não deixa a “vaca deitar”. Ela fala, fala, insiste, vai atrás, repete, até conseguir. O homem desiste logo, fica calado. Dizem alguns empresários com mulheres em postos chave em suas empresas que as mulheres são mais “leais”, mais “fiéis” aos produtos e às marcas da empresa, são mais comprometidas, prestam mais atenção aos detalhes, cobram mais, acompanham mais os projetos, etc. Os homens que se cuidem!

Nesta semana, você mulher, pense nisso. Pense nas vantagens competitivas estratégicas do pensar feminino na empresa, acredite nos valores genuinamente femininos para o mundo moderno. E você homem, procure compreender o valor desse pensar e entender as diferenças fundamentais entre o homem e a mulher e tire proveito das diferenças para sua empresa, tornando-a mais humana e concreta e oferecendo à mulher a chance e as oportunidades de vencer e crescer profissionalmente.

Pense nisso. Boa Semana. Sucesso!

Enviar para DiggEnviar para FacebookEnviar para Google PlusEnviar para TwitterEnviar para LinkedIn

Informações Adicionais