Artigos do Professor Marins e textos discutidos nos Programas de TV

Não deixe pra depois

  • Imprimir


  Numa reunião de avaliação de funcionários, fiquei surpreso ao ver que os conceitos mais altos foram dados não aos mais "inteligentes" ou  "preparados" ou mesmo aos mais "antigos" e mais "experientes", mas sim àqueles que agiam prontamente.

  No comentário que fizemos, verificamos que um dos grandes defeitos das pessoas é "deixar pra depois". Na verdade, pessoas que têm o hábito de deixar pra depois, acabam se esquecendo das coisas e não fazendo o que deveriam fazer. São bem intencionadas e até acreditam que "depois" farão. Porém, outras coisas aparecem e elas acabam não fazendo o que lhes foi solicitado.

  Quando o número de solicitações é  muito grande e é impossível fazer-se tudo imediatamente, é preciso que a pessoa tenha um método e  organização para não deixar as coisas falharem. Escrever a solicitação num caderno (e não em pequenos papelinhos separados que se perdem facilmente) pode ser uma forma de garantir um bom acompanhamento das coisas a serem feitas. Em seguida, reler todas as solicitações feitas ao mesmo tempo e priorizá-las  mesmo perguntando ao solicitante o que deve ser feito em primeiro lugar e partir imediatamente para a execução.

  Parar de fazer um trabalho rotineiro para atender uma solicitação é um comportamento altamente valorizado por qualquer chefe. Às vezes, o erro do subordinado é querer terminar o que está fazendo para depois atender à solicitação extemporânea do chefe.

  Nesta semana, gostaria de sugerir a você que verificasse como se comporta diante de novas tarefas atribuídas pelo seu chefe. Faz imediatamente? Não pergunte a seu chefe se aquilo é importante. Se não fosse, ele não pediria. Faça o mais rapidamente possível.

  Converse com seu chefe sobre esse comportamento para que ele diga o que pensa de você e qual a avaliação que ele faz de sua capacidade de não deixar pra depois.

  Boa Semana. Sucesso!

 

Enviar para DiggEnviar para FacebookEnviar para Google PlusEnviar para TwitterEnviar para LinkedIn