Artigos do Prof. Marins e textos dos programas de TV

Família e Trabalho: Como Equilibrar?

 

 Passei boa parte de janeiro, lendo pesquisas sobre a relação trabalho-família e sua importância para o sucesso pessoal e profissional. Estudei livros americanos, teses inglesas, artigos franceses e italianos e algumas pesquisas brasileiras. Todos, sem exceção, mostram que trabalho e família são indissociáveis para quem queira ter sucesso no trabalho e na vida.  Dizem esses estudos que as pessoas de maior sucesso são as que possuem uma vida familiar equilibrada e estável. “Pessoa de sucesso” para esses pesquisadores é sempre aquela que sente-se bem consigo mesma e tem a admiração e o respeito da sociedade naquilo que faz. Já “trabalho” é definido como qualquer atividade remunerada.  Equilibrar trabalho e família é, pois, fundamental para o sucesso.
 Quem trabalha precisa ter tempo de qualidade para a família. A família, por sua vez, deve compreender os desafios do mundo competitivo em que vivemos e que, muitas vezes, exige uma dedicação excepcional de quem trabalha. Para que esse difícil equilíbrio seja atingido é preciso muita força de vontade dos dois lados dessa balança - de quem trabalha e dos membros da família. É preciso que ambos os lados saibam que muitas vezes terão que abrir mão de seus desejos individuais, em benefício da harmonia e da felicidade de todos, no longo prazo. É preciso compreender a diferença entre as coisas transitórias e as permanentes da vida. As coisas permanentes incluem a família, os filhos, os amigos, a honestidade, o caráter, o respeito e outros valores morais e éticos fundamentais. O tempo passa. O emprego passa. Os cargos e funções passam. É preciso ter consciência disso para não jogar todas as fichas da vida em coisas transitórias e perder as permanentes. É preciso muita maturidade e muito diálogo.
 Do lado da família, só o diálogo franco, sincero, gentil, respeitoso, freqüente e impregnado de amor, entre cônjuges, pais e filhos é capaz de conquistar esse sonhado equilíbrio. Do lado da empresa, é preciso difundir a verdade comprovada de que pessoas com a vida familiar equilibrada e estável produzem mais e melhor, têm mais auto-confiança, criatividade e iniciativa e que, portanto, favorecer esse equilíbrio é uma atitude inteligente que, em última análise, trará benefícios à própria organização. O equilíbrio é possível e deve ser buscado.
 Pense nisso. Sucesso!  

 

Enviar para DiggEnviar para FacebookEnviar para Google PlusEnviar para TwitterEnviar para LinkedIn

Informações Adicionais