Artigos do Prof. Marins e textos dos programas de TV

A pergunta mais importante

a-pergunta-mais-importante

Será que vale a pena? Será que não vou me arrepender? Aceito ou não aceito? Faço ou não faço? Vou ou não vou? Compro ou não compro? Como decidir?

  

Todos nós somos assaltados por dúvidas quando temos que tomar uma decisão importante. Isso ocorre, por exemplo, quando estamos empregados e aparece uma oferta para mudarmos de emprego; quando alguém quer comprar nossa casa ou quando vemos à nossa frente   uma oportunidade de negócio. Como decidir? Qual a pergunta mais importante que devemos nos fazer antes de tomar a decisão, para que não corramos o risco de nos arrepender? Essa foi exatamente a pergunta que me fez um repórter.

 

Sempre que tenho que tomar uma decisão importante e que se refira somente a mim, isto é, que não envolva outras pessoas que devo considerar, faço a mim mesmo a seguinte pergunta: Isto aumentará minha qualidade de vida e me fará mais feliz? Se a resposta for não, imediatamente deixo de considerar a hipótese de fazer. Se for sim, passo a considerá-la, pesando, com mais cuidado, os prós e os contra antes de decidir.

 

Ressaltei ao repórter que o importante da pergunta que me faço é que, para considerar a hipótese da decisão, ela deve atender os dois requisitos que me pergunto e não apenas um ou outro. A decisão deve aumentar minha qualidade de vida e me fazer mais feliz. Isso é importante, pois poderá haver decisões que, teoricamente aumentem minha qualidade de vida mas não me torne mais feliz ou vice-versa.

 

Decisões impensadas ou mal avaliadas são a maior fonte de arrependimentos, remorsos e culpas. Muitas vezes, pensando em resultados imediatos ou somente nos ganhos materiais cometemos erros com conseqüências de longo prazo ou mesmo irreversíveis. Assim, é preciso pensar bem, antes de decidir.

 

Pense nisso. Sucesso! 

Enviar para DiggEnviar para FacebookEnviar para Google PlusEnviar para TwitterEnviar para LinkedIn

Informações Adicionais