Artigos do Prof. Marins e textos dos programas de TV

As lições do silêncio

silencio

Bruno Kahne é um consultor em Blagnac, França e trabalha com a indústria aeronáutica. Ele escreveu um artigo para a revista Strategy+Business publicada pela Booz & Company, em maio de 2008 e que trata sobre “o que um surdo pode nos ensinar sobre a arte de escutar e fazer com que sejamos ouvidos”.

 

No artigo “As lições do silêncio”, o autor nos conta sobre um executivo que tinha um filho com deficiência auditiva e como eles desenvolvem formas de tornar a comunicação eficaz e a compreensão possível, mesmo com os desafios da ausência da audição.

 

Ele nos dá cinco lições que podemos aplicar em nossa vida:

 

 1. Olhe nos olhos de quem está falando;
 2. Nunca interrompa quem está falando;
 3. Fale sempre da maneira mais simples e direta possível;
 4. Quando não entender alguma coisa, pergunte;
 5. Tenha foco. Mantenha-se concentrado. Não se disperse.

 

Essas cinco regras básicas para aprender a escutar e ser ouvido podem e devem ser aplicadas por toda e qualquer pessoa. Muitos problemas de comunicação seriam evitados se seguíssemos esses preceitos.

 

Olhar nos olhos de quem fala nos faz aumentar a atenção e demonstra respeito a quem está falando. Interromper quem está falando, além de prejudicar a comunicação demonstra descortesia, desrespeito e falta de educação. Quando você quiser ter certeza de que será compreendido, seja simples e direto. Tenha coragem para dizer “eu não entendi” e perguntar o que não entendeu. Muitas problemas seriam evitados com essa simples atitude de coragem, franqueza e humildade. Tenha foco. Não se disperse. Não faça muitas coisas ao mesmo tempo. Concentre a sua atenção e terá melhores resultados em sua comunicação.

 

No mundo silencioso dos portadores de desafios especiais de audição, a comunicação é essencial. Se aplicarmos em nossa vida pessoal e profissional estes cinco conselhos, teremos um aumento espetacular da qualidade de como falamos, ouvimos, compreendemos e somos compreendidos.

 

Pense nisso. Sucesso!

Enviar para DiggEnviar para FacebookEnviar para Google PlusEnviar para TwitterEnviar para LinkedIn

Informações Adicionais