Artigos do Prof. Marins e textos dos programas de TV

Perdendo os limites da ambição

      
A ambição desmedida, sem limites, só pode conduzir pessoas e empresas ao desastre. A ambição desmedida, irmã gêmea da ganância e da inveja, tem sido a razão do insucesso de inúmeras empresas e do descrédito de muitos profissionais.
 O filósofo inglês Francis Bacon (1561-1626) em seus “Ensaios - Da Ambição”, dizia que “A ambição é como a bílis, humor que torna os homens ativos ardentes, cheios de alegria e movimentados” mas se não houver limites “começa a ser maligna e venenosa”. Os homens ambiciosos, dizia ele, encontram caminhos abertos para a sua ascensão e continuam a progredir, “são mais negociosos do que perigosos”, mas se forem contrariados nos seus desejos, “tornam-se secretamente descontentes, e projetam mau-olhado sobre os outros homens e sobre as coisas; alegram-se apenas quando as coisas correm mal, o que é a pior condição no servidor de um príncipe ou de uma república.”
 A ambição, portanto, tem duas faces: a boa, positiva, que nos leva à ação, à concretização de nossos objetivos, a combater a preguiça e a face negativa que, como dizia do ambicioso o filósofo alemão Nietzsche (1844-1900), “considera todo aquele que encontra no seu caminho ou como um meio ou como impedimento” para realizar seus desejos (in “Para Além do Bem e do Mal”).
 E o vírus da ambição não ataca somente grandes homens, grandes empresários, pessoas ricas e afortunadas. Esse vírus pode atacar qualquer pessoa, homens e mulheres e por isso é preciso cuidar para não deixar-se contaminar.
 Nesta semana, gostaria que você fizesse um exame de consciência sobre como estão os limites de sua ambição. Você utiliza a ambição como uma forma positiva e ética de crescer, ser feliz e fazer os outros felizes ou sua ambição é desmedida, sem ética, chegando à ganância que, com certeza, o levará ao fracasso, mais cedo ou mais tarde? Cuide para nunca perder os limites da ambição.
 Pense nisso. Sucesso!


 

Enviar para DiggEnviar para FacebookEnviar para Google PlusEnviar para TwitterEnviar para LinkedIn

Informações Adicionais